Projeto de Educação Ambiental nos Córregos do Aricanduva

Gostou? Então compartilhe!

Projeto de Educação Ambiental na região de Aricanduva/Formosa/Carrão

Nos distritos de Aricanduva, Vila Formosa e Vila Carrão a maioria dos córregos é totalmente coberta pela urbanização. Independentemente de estarem abertos ou semiabertos, todos sofrem com acúmulo de lixo e são motivos de reclamações dos moradores, principalmente por causa do mau cheiro. Mas, será que a população sabe o grau de poluição desses córregos e o quanto esses prejudicam a cidade? Quais medidas poderiam ser tomadas para recuperar a qualidade ambiental? Neste artigo explicaremos melhor, sobre o projeto de Educação Ambiental desenvolvido nos córregos da bacia hidrográfica do rio Aricanduva.

Córregos do Aricanduva
Córregos que estão sendo estudados pelos respectivos colégios.

Foi a partir desses questionamentos que o Conselheiro Ambiental Me. Fellipe Moutinho e colaboradores decidiram desenvolver um projeto de educação ambiental. De modo que incentivasse os jovens a cuidarem do meio ambiente e disseminassem o conhecimento adquirido à população. O projeto “Córregos do Aricanduva” é considerado um incentivo à popularização e da responsabilidade social por meio da educação ambiental. O objetivo desse projeto é envolver os adolescentes na temática “água”, colocando-os como agentes participativos e das questões ambientais. As instituições que participam do projeto em parceria com o Conselho Regional de Meio Ambiente (CADES), da Prefeitura Regional Aricanduva, são o Colégio Soter, Colégio Costa Aguiar, Escola Santa Marina e Colégio Formosa.

Fellipe Moutinho
Conselheiro Ambiental Me. Fellipe Moutinho

Segundo Fellipe Moutinho “No meio ambiente existem interações e a consequência de um ato local pode ser identificada com quilômetros de distância. Por exemplo, todos os pequenos córregos e rios poluídos acabam contribuindo para a poluição do rio Tietê. Será que já não está na hora de cuidarmos desses pequenos afluentes, para colaborar com a tão sonhada despoluição do Tietê? Temos que resolver o problema pela raiz”. 

O projeto está à disposição do Jornal Expresso Carrão.

You May Also Like

Comentários no Facebook

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE